Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Queques de chocolate com laranja

por raio-de-luar, em 31.01.12

Inspiração aqui

 

Ingredientes:

  • 200 gr de farinha sem fermento
  • 50 gr de chocolate em pó
  • 75 gr de frutose (ou 150 r de açúcar)
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 2 ovos
  • 150 ml de leite
  • 100 ml de sumo de laranja
  • raspa de uma laranja
  • 100 ml de óleo vegetal (usei de soja)

Numa taça misturar os ingredientes secos: farinha, chocolate em pó, fermento e raspa de laranja.

Noutra taça misturar os ovos e o leite, o sumo de laranja e o óleo.

Peneirar a mistura de ingredientes secos para a taça da mistura líquida e misturar bem com um batedor de varas.

Levar em formas de muffins ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 20 minutos.

 

No Sábado saiu também esta fornada de queques de chocolate e laranja para o lanche. E mesmo acabando por não ter a companhia esperada, souberam mesmo bem...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tarte de coco e tangerina

por raio-de-luar, em 31.01.12

Apontei com uns rabiscos uma receita simples de tarte de coco. Decidi que Sábado era para a fazer. Entretanto uma amiga ficou de ir lanchar comigo e achei que a tarte seria óptima para adoçar o lanche. Só que a amiga cancelou em cima da hora e pouco depois veio um convite para jantar em casa de outros amigos. E lá foi a tarte servir de sobremesa. E foi um sucesso...

 

 

Ingredientes:

  •  1 base de massa folhada
  • 4 ovos
  • 50 gr de frutose (ou 100 gr de açúcar)
  • 100 gr de coco
  • 100 gr de margarina
  • sumo de 3 ou 4 tangerinas (este ponto foi acrescentado por mim, não constava na receita que apontei)

Forrar a tarteira com a massa folhada, aproveitando o papel vegetal onde a massa vem enrolada, evitando assim estar a untar a forma. Misturar todos os ingredientes e bater até estar tudo bem misturado num creme homogéneo. Verter a mistura sobre a massa na tarteira e levar ao forno, previamente aquecido a 180º, ente 30 a 40 minutos.

 

Muito fácil de fazer, mais fácil ainda de desaparecer do prato. Para quem gosta de coco e não só, que o anfitrião do jantar de Sábado não gosta de coco e repetiu a tarte.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Frango com gengibre e alho na púcara

por raio-de-luar, em 30.01.12

 

 

Ingredientes:

  • frango cortado em pedaços
  • 4 dentes de alho às rodelas
  • 1 dedo de gengibre às rodelas
  • azeite
  • 1 copo de vinho branco (usei um daqueles pacotes pequenos)
  • um copo de água
  • 1 folha de louro
  • uma malagueta picada
  • 1/2 cubo de caldo de galinha
  • salsa (não tinha fresca, coloquei uma colher de sobremesa de salsa seca)

Na púcara comecei por colocar os dentes de alho, o gengibre, o azeite, a folha de louro, a malagueta. Por cima coloquei os pedaços de frango, a metade de um cubo de caldo de galinha esmagado, a salsa, o vinho e a água. Tapei a púcara e levei a lume brando.

Servi com arroz de tâmaras com açafrão: refogar um pouco de cebola picada num fio de azeite. Juntar 6 a 8 tâmaras picadas e deixar saltear. Juntar o arroz e deixar fritar um pouco. Juntar água quente, uma colher de café de açafrão em pó, mexer e deixar cozer.

 

Como sobrou frango, no dia seguinte acompanhei com couscous e salada.

 

Confesso qe pensei que o sabor do gengibre fosse ficar muito forte, mas não. Ficou muito saboroso, mas de travo suave. E quando é bom e fácil, é para repetir, sem dúvida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salmão com molho de laranja

por raio-de-luar, em 28.01.12
 
Não é de agora (recente) que sou assim uma espécie de coleccionadora compulsiva de receitas. Antigamente, já lá vão uns bons e longínquos anos, comprava revistas atrás de revistas. Depois passei a seleccionar as receitas que gostava, recortava e iniciei assim um dossier todo organizadinho com resmas de receitas. Deixei-me de comprar revistas e passei a pesquisar sites de culinária na net. Quando me iniciei em actividades blogosféricas descobri todo um novo mundo de blogs de culinária de gente cheia de talento e boas ideias.
Há pouco tempo peguei no meu dossier com anos de colheita de receitas e fiz uma selecção rigorosa. Eliminei o dossier e agora guardo as receitas em pdf numa pasta no pc, mas vou eliminando à medida que vou experimentando e publicando aqui, já que este blog serve também como o meu livro de receitas digital.
Ora, será de imaginar que no meu reader tenho pra lá de blogs de culinária que vou seguindo e dos quais vou retirando ideias. Tento sempre indicar a fonte de uma receita que faça quando recrio uma receita que vi. Uma questão de ética, consideração ou mesmo respeito. Por vezes fico só com a ideia geral, nem guardo receita, e depois quando a publico aqui, quando muito posso fazer menção a ter visto a ideia algures, mas como não guardei a fonte, não a posso indicar.
 
Este salmão com molho de laranja foi uma receita que vi no blog Cinco Quartos de Laranja. Foi daquelas receitas que fiquei literalmente a salivar e guardei-a. Há dias tinha uns lombinhos de salmão e andei a ver as receitas guardadas e decidi experimentar esta. Mas não a segui na íntegra. Apenas uma parte, numa de simplificar o processo.
 
Ingredientes:
  • 2 lombos de salmão
  • azeite
  • sumo de uma ou duas laranjas
  • 2 colheres de chá de tomilho
  • 1 colher de sopa de açúcar amarelo
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • sal
  • pimenta

Temperei o salmão com o sumo de laranja, um fio de azeite e uma colher de chá de tomilho. Deixei marinar perto de 30 minutos. Num prato misturei o pimentão doce, uma colher de chá de tomilho, o açúcar, o sal e pimenta. Escorri os lombos de salmão e passei-os nesta mistura. Coloquei-os num tabuleiro e levei ao forno cerca de 15 a 20 minutos.

Acompanhei apenas com uns bróculos cozidos e assim o sabor do tempero do salmão sobressaiu. Muito bom! Um travo agridoce que combina muito bem com o salmão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Risotto de salsichas e bróculos

por raio-de-luar, em 25.01.12

 

O risotto é um dos meus pratos preferidos. Por fazer pratos verdadeiramente deliciosos e sem grande dificuldade ou sem necessidade de muitos ingredientes. Este é um bom exemplo disso.

 

Ingredientes:

  • 1 chávena de arroz para risotto
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • azeite q.b.
  • bróculos
  • 1 lata de salsichas (eu uso as de tipo alemão para cachorro quente)
  • 2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
  • 1/2 pimento vermelho
  • caldo de carne (4 chávenas)

Num tachinho coloquei 4 chávenas de água a ferver com um cubo de caldo de carne, para ir adicionando ao risotto.

Alourei a cebola e os dentes de alho picados num pouco de azeite. Juntei o risotto e deixei fritar um pouco. Juntei os bróculos em pequenos raminhos e o pimento vermelho em cubos. Envolvi e reguei com uma concha de caldo. Juntei as salsichas cortadas em rodelas, e mexendo com regularidade, ia juntando o caldo de carne conforme o risoto ia cozendo e secando. A meio da cozedura juntei deuas colheres de sopa de manteiga.

O risotto, por norma, leva queijo, e ainda ponderei em no fim polvilhar com queijo ralado. Mas não o fiz e não me arrependi. Ficou bem saboroso e bem cremoso. Não sobrou grãozinho para contar a história.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bolo de natas e laranja

por raio-de-luar, em 24.01.12

 

Fruta que tem abundado cá em casa é laranjas, e tangerinas também. Por isso, numa das minhas incursões em busca de um bolo de laranja, deparei-me com esta receita e guardei-a logo para experimentar.

 

Ingredientes:

  • 5 ovos
  • 125 gr de frutose (ou 250 gr de açúcar)
  • 200 ml de natas para bater
  • 300 gr de farinha
  • sumo de 3 laranjas
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • manteiga para untar e farinha para polvilhar

Bater os ovos com a frutose até obter um creme fofo. Juntar as natas e continuar a bater. Peneirar a farinha com o fermento e ir adicionando à massa até ligar. Juntar o sumo das laranjas e envolver bem.

Ligar o forno a 180º, untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha. Verter a massa na forma e levar ao forno já aquecido entre 30 a 40 minutos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bifes na púcara com gindungo

por raio-de-luar, em 24.01.12

 

Há refeições que no improviso e sob o lema simples mais simples não há resultam deliciosamente bem. Esta é um bom exemplo disso.

Só é preciso colocar bifes de porco numa púcara, regar com duas colheres de gindungo (tenho um frasco deste molho no frigorífico sempre pronto a usar), uma colher de sopa de mostarda, levar ao lume e deixar os bifes ganharem cor de ambos os lados. Juntar uma ou duas chávenas de caldo de carne, tapar e deixar estufar em lume brando.

Acompanhei com esparguete cozido e salada de alface.

Há lá coisinha mais simples? E soube maravilhosamente bem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ensopado de red fish na púcara

por raio-de-luar, em 19.01.12

 

Já não me lembro há quanto tempo é que não comia/fazia um ensopado de peixe. Foi desta que me decidi a fazer para cozinhar o red fish sem ser assado ou cozido, como tenho feito ultimamente.

Em menos de uma hora está o jantar pronto, bem quentinho, bem reconfortante neste inverno frio.

 

Numa púcara de barro coloquei, por camadas, cebola cortada em meias luas, três dentes de alho laminados, uma malagueta picada, depois batatas às rodelas, por cima mais cebola cortada em meias luas, meio pimento vermelho e meio pimento verde cortados em tiras, uma lata de tomate bem picadinho, um cubo de caldo de peixe desfeito. Por cima de tudo coloquei as postas do red fish, reguei com azeite, um copo de vinho branco e um copo de água. Tapei e levei a lume médio.

 

Ao servir, pode-se optar por colocar uma fatia de pão caseiro no prato e por cima o ensopado. Eu não fiz assim, mas lá que molhei o pãozinho no molho, molhei {#emotions_dlg.drool}!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pimentos recheados com atum

por raio-de-luar, em 18.01.12

 

Curioso como há certas ideias que são transversais. Enquanto preparava este jantar pensava que, tal como na moda em que um mesmo vestido combinado com diferentes acessórios resulta em visuais diferentes, assim acontece na cozinha. Como partindo de uma base se podem criar diferentes pratos.

Há algum tempo que não comia o meu delicioso esparguete com atum. Mas uma ida rápida às compras, a compra de pimentos frescos, grandes, brilhantes, alterou as minhas pretensões culinárias. Manteve-se o preparado de atum, substitui-se o esparguete pelo pimento.

 

Para o preparado de atum: refogar um pouco de cebola e alho picado em azeite. Quando a cebola estiver douradinha, juntar cogumelos, desta vez usei cogumelos shitake e amei. Saltear os cogumelos até eles perderem a sua água. Juntar o tomate picadinho e deixar engrossar o molho. Juntar o atum escorrido, misturar bem no molho, deixar tomar sabor e reduzir o molho. Tirar do lume e polvilhar com salsa fresca picada.

 

Cortei dois pimentos vermelhos grandes no sentido horizontal. Limpei as sementes. Recheei-os com o preparado de atum e por cima cobri com mozarella ralada. Levei ao forno a gratinar.

 

Nunca tinha feito pimentos recheados e gostei imenso da experiência. Fiquei com a sensação que deveria ter levado os pimentos primeiro ao forno antes de os rechear, para ficarem melhor assados. Para a próxima experimento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bolo de tangerina e coco ralado

por raio-de-luar, em 14.01.12
 
[Inspiração aqui]

 

Fiz este bolo para o Natal. Onde isso já vai, shame on me, que só agora fui tratar das fotos e publicar a receita.

Foi um bolo muito agradável. Fica húmido e não cresce muito.  Como era uma ocasião festiva, optei por decorá-lo com chocolate negro em raspas e açúcar em pó. Mas sem cobertura também fica bem agradável para um lanche.

 

Ingredientes:

  • 170 gr de manteiga magra
  • 100 gr de frutose (ou 175 gr de açúcar)
  • 3 ovos
  • 200 gr de farinha com fermento
  • 150 ml de sumo de tangerina
  • raspa de 3 ou 4 tangerinas
  • 2 ou 3 colheres de sopa de coco ralado

Bater a manteiga com a frutose até ficar cremoso. Adicionar os ovos, um a um, batendo bem. Juntar a farinha e incorporar delicadamente. Adicionar o sumo de tangerina, a raspa e o coco e envolver na massa. Untar uma forma com manteiga/margarina e polvilhar com farinha. Verter a massa e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 30 minutos (verificar a cozedura do bolo com um palito antes de tirar).

Quem é fã de tangerinas, vai adorar este bolo. Fica registado que é um a repetir, sem dúvida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim


Top blogs de receitas

Calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Livro de Receitas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D