Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Feijoada brasileira... ou parecido!

por raio-de-luar, em 30.03.11

 

Ah e tal, pensam que isto é só comidinhas light e fáceis e rápidas e blá blá blá... pois que me deu uma vontade de comer feijão preto, em feijoada. Vai daí, enfiei-me na cozinha.  Já tinha um pacote de 500 gr de feijão preto demolhado (desisti das latas... prefiro comprar os pacotes de feijão, demolhar, cozer e congelar para quando precisar, neste caso ainda não estava cozido e congelado). Levei o feijão a cozer numa panela com água temperada de sal e uma chouriça de carne. Enquanto cozia, tratei da carne: cortei em pedacinhos 4 fatias de entremeada. Levei a refogar 3 dentes de alho, 2 cebolas e uma malagueta picadas num fio de azeite. Quando a cebola ficou translúcida, juntei bacon aos cubos e os bocadinhos de entremeada. Deixei a carne alourar, juntei um pacote de polpa de tomate e um pacote pequeno de vinho branco. Tapei o tacho e deixei cozinhar em lume brando. Quando o feijão cozeu (e não demorou mais de 40 minutos), retirei a chouriça e cortei em rodelas, escorri o feijão e reservei a água. Juntei a chouriça à carne, a água da cozedura do feijão e deixei em lume médio uns cinco minutos. Por fim misturei o feijão e deixei ferver mais uns 5 minutos.

Acompanhei com arroz branco... e soube mesmo bem!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caril de Frango

por raio-de-luar, em 23.03.11

 

Confesso, nunca tinha feito nem comido. Não sou grande apreciadora de caril, tem um sabor intenso, muito próprio e provavelmente as vezes que comi temperos com caril a coisa não estava lá muito bem conseguida... a medo experimentei esta receita e fiquei rendida. Foi com verdadeiro deleite que comi e lambi os dedos (ao estilo de Nigella).

Não segui nenhuma receita em particular. Dei uma vista de olhos em várias, fiquei com uma ideia geral e fui-me ao tacho.

Comecei por cortar o frango em pedaços pequenos. Depois de lavado e escorrido, polvilhei com um pouco de caril. Reservei. Numa caçarola larga levei duas cebolas pequenas, dois dentes de alho, uma malagueta picados a refogar com um fio de óleo. Quando a cebola começou a dourar, juntei os pedaços de frango e deixei-os alourar em lume médio, virando-os regularmente. Juntei meio pimento vermelho em tirinhas fininhas, meio cubo de caldo de galinha esmagado e envolvi no frango. Quando os pedaços do frango estavam douradinhos por igual, juntei o leite de coco (garrafa de 200ml) aos poucos, polvilhei com mais um pouco de caril e envolvi com cuidado. Reduzi o lume e deixei estufar lentamente, com o tacho tapado, mexendo ocasionalmente. No fim polvilhei com mistura de ervas finas e servi com arroz (vaporizado... não tinha Basmati) branco.

Absolutamente delicioso... uma verdadeira elegia aos sentidos! Uma refeição que se tornou um verdadeiro prazer.

 

[Já estou a magicar qual será o próximo caril: camarão? peixe?]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alheiras no forno

por raio-de-luar, em 23.03.11

 

Adoro alheiras. Desta vez resolvi experimentar fazer algo diferente.

Arranjei batatas com a pele e dei-lhes uma fervura. Coloquei-as no fundo de um tabuleiro de ir ao forno, por cima coloquei as alheiras e espalhei alho picadinho por cima e um fio de azeite. Levei ao forno a gratinar. Para acompanhar, uns legumes salteados (usei cogumelos, alho francês, cebola, tomate, courgette ralada).

Uma refeição simples, mas muito saborosa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carne de porco guisada

por raio-de-luar, em 12.03.11

Sabem aqueles ossos de porco que costumam vir com nacos de carne?

Pois. Resolvi fazer um guisado com eles.

Na púcara de barro coloquei a carne. Três colheres de sopa de massa de pimentão, uma cebola picada grosseiramente, três dentes de alho picados, uma malagueta, azeite, meia chouriça às rodelas e polvilhei com ervas de provence. Envolvi tudo e levei a lume brando até ouvir pequenos estalidos. Juntei um pacote pequeno de vinho tinto, deixei levantar fervura e acrescentei um púcaro de água quente com meio cubo de caldo de carne derretido.

Tapei a púcara e deixei cozinhar em lume médio.

 

O menino tratou do arroz, e foi um jantar deliciosamente bom!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ontem tinha deixado uns bifes de porco para o jantar. A ideia era cortá-los às tirinhas e fazer com um molho de natas e cogumelos.

Mas nos entretantos, adiciona isto, e já agora experimento mais isto, e o resultado nada teve a ver com a ideia inicial.

[É por estas e por outras que sou incapaz de promgramar um menu semanal...]

Cortei os bifes às tirinhas. Temperei-os com alho picadinho e uma mistura que tenho num frasquinho no frigorífico de piri-piri, mostarda e wisky. Normalmente usamos este molho para pincelar a carne grelhada já no prato.

Entretanto lembrei-me de uns pimentos padron que o sogro trouxe de Marrocos e nos deu para experimentarmos. Fui-me aos pimentos, arranjei 4, cortei-os em tirinhas. Cortei uma cebola em meias luas. Lembrei-me de uma chouriça de carne que estava no frigorífico destinada a um guisado, cortei metade e dessa metade cortei às rodelinhas. Levei uma caçarola com uma colher de sopa de Vaqueiro e um fio de azeite a aquecer. Salteei a carne, acrescentei a chouriça. Deixei tomar gosto. Misturei os pimentos e a cebola, reguei com vinho branco e deixei estufar em lume brando.

Acompanhei com tagliatelle cozido al dente. Ficou bem saboroso... mas exagerei na dose da marinada e ficou um bocadito picante.

 

Não há foto para ilustrar, porque nem me ocorreu publicar esta receita.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Costeletas grelhadas com risotto de cogumelos

por raio-de-luar, em 05.03.11

 

Comecei por temperar as costeletas: sal, alho em pó, piri-piri em pó, alecrim e sumo de limão. Deixei marinar um pouco. Para o risotto refoguei cebola e alho picado em azeite. Quando a cebola ficou bem douradinha, juntei meio cubo de caldo de carne e os cogumelos previamente lavados e cortados em pedacinhos. Deixei saltear e juntei o risotto (usei duas medidas de risotto e 5 de água para ficar malandrinho). Envolvi nos cogumelos e fui acrescentando água quente enquanto mexia regularmente. Enquanto o risotto cozia, grelhei as costeletas.

O risotto ficou bem cremoso, com um sabor excepcional. E as costeletas também, com aquele travo a alecrim. Huuuummmm... foi uma das refeições que melhor me soube nesta complicada semana que passou. E foi tão fácil de preparar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fanecas no forno

por raio-de-luar, em 05.03.11

 

Gosto de fanecas. O problema é que é daqueles peixes que parece que só servem para fritar. Procurei receitas de fanecas e era quase tudo frito. Não me apetecia.

Quando comentei com a colega de trabalho "tenho umas fanecas para o jantar e não sei o que fazer" ela respondeu-me que realmente fanecas são para fritar, por isso é que nem compra porque não pode comer fritos... mas e já experimentaste pô-las no forno com azeite e alho?!

Não. Mas pode estar aí uma grande ideia.

E foi com essa ideia que cheguei a casa, preparei as fanecas, coloquei-as num tabuleiro e polvilhei com alho em pó, pimentão doce, pimenta branca, ervas finas, um cubo de caldo de peixe, reguei com azeite e sumo de um limão. Levei ao forno a cerca de 200º, e em pouco tempo estavam assim, bem douradinhas. Ficaram uma delícia. Uma opção excelente aos fritos convencionais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Penne Gratinado

por raio-de-luar, em 03.03.11

 

Para aproveitar uns bocados de lombo de porco assado que tinha no congelador decidi fazer uma massa gratinada. Como ando numa de comer muitos legumes, magiquei uma forma de juntar tudo na mesma receita.

Primeiro desfiei a carne e reservei. Depois cozi al dente meio pacote de penne. Salteei em alho e azeite os legumes: couve cortada em juliana, alho francês às rodelas, cenoura ralada e cebola.

Num pirex coloquei a massa escorrida, os legumes, a carne desfiada. Bati dois ovos e misturei com um pouco de creme de soja, verti no pirex e cobri com mozzarella ralada. Levei ao forno a gratinar.

Ficou uma refeição ligeira, saborosa e óptima para aproveitar restos de carnes. Uma experiência a repetir (com algumas variações nos legumes, por exemplo).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Arroz de morcela

por raio-de-luar, em 02.03.11

 

Não era grande apreciadora de morcelas. Aliás, não sou. Mas há umas à venda num determinado sítio local que são divinais. Normalmente grelho-as. Só que desta vez fiz diferente.

Primeiro levei as morcelas a cozer apenas em água. Depois de cozidas reservo a água e cortei as morcelas às rodelas.

Depois refoguei uma cebola, dois dentes de alho e uma malagueta picada com azeite. Deixei a cebola ficar douradinha e juntei 1/4 pimento vermelho em cubos (adoro pimento vermelho, e quanto a mim casou bem neste prato). Envolvi de seguida o arroz e deixei fritar um pouco. Juntei cenoura ralada e ervilhas, envolvi no arroz, juntei a água de cozer as morcelas e corrigi o tempero de sal. Quando o arroz estava quase cozido, juntei as morcelas.

Eu deixei o arroz ficar um pouco malandrinho. E ficou óptimo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bifes de frango gratinados com mozzarela

por angelasoeiro, em 01.03.11

Esta receita foi inventada ontem. Tinha os bifes para cozinhar no frigorifico, mas que não estavam temperados. Isto, porque os retirei do congelador de manhã, antes de vir para o trabalho, e, por isso não houve tempo.

Passei no supermercado à saída e no meio das compras, pensei nos bifes... tinha que os preparar e não sabia como. No meio das compras, resolvi trazer mozzarela para pequenas receitas que possa ir fazendo (adoro).

Cheguei a casa e fez-se luz. Vou fazer oo bifinhos com a mozzarela!

 

Fiz assim:

Num recepiente em barro de ir ao forno coloquei os bifes, salpiquei com um pouco de sal grosso, alho picado e reguei com um fio de azeite. Cobri com molho de tomate, e de seguida com a mozzarela partida, de forma a cobrir a carne.

Salpiquei com bastantes oregãos e levei ao forno até a carne cozinhar e a mozzarela ficar gratinada.

Acompanhei com massa tagliattele cozida.

 

Em 5 minutos uma refeição deliciosa (é que ficou mesmo, mesmo bom pá), rápida e (o melhor em tempos de crise) barata :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


editado por raio-de-luar a 1/10/15 às 16:25


Mais sobre mim


Top blogs de receitas

Calendário

Março 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Livro de Receitas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D