Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sopa de feijão verde

por raio-de-luar, em 30.06.10

 

Para aproveitar um resto de feijão verde que tinha no frigorífico, bem como um resto de batatas cozidas e feijão verde cozido que sobrou ontem do jantar, hoje resolvi fazer uma sopa que tanto gosto, sopa de feijão verde.

Como sempre faço nas sopas, a base leva de tudo um pouco daquilo que tiver no congelador ou frigorífico. Assim, comecei por fazer um ligeiro refogado com uma cebola cortada grosseiramente, 3 dentes de alho e azeite. Depois adicionei uma courgette, um nabo, 4 cenouras pequenas, um pouco de alho francês, tudo cortado em pedaços. Juntei água quente, um pacote de polpa de tomate, temperei com sal e deixei cozer. Entretanto acrescentei as batatas e o feijão verde já cozidos, deixei estar uns minutos com os restantes legumes e passei tudo com a varinha mágica. Acrescentei um pouco de água para não ficar um creme muito espesso, assim que levantou fervura, juntei o feijão verde cortado em cubos.

E ficou uma sopinha bem boa que me soube pela vida hoje ao jantar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Frango assado

por raio-de-luar, em 26.06.10

 

Ah e tal frango assado... há várias maneiras de fazer frango assado, muda-se o molho e tempero e tá uma receita diferente. Desta vez, sem grande tempo para preparativos, fiz uma experiência... e calhou muito bem!!

Basicamente isto: frango lavadinho e cortado em pedaços. Numa tigela à parte preparei a seguinte mistura: uma colher de sopa de massa de alho, duas colheres de sopa de massa de pimentão, um cubo de caldo de galinha esmagado, sumo de um ou dois limões (conforme o gosto) e um fio de azeite. Misturar muito bem... verter por cima do frango. Levar ao forno... e tá pronto!

Simples, não é? E garanto... muito saboroso também! Acompanhamento, eu fiz esparguete cozido, mas fica óptimo com puré de batata, arroz, macedónia de legumes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Almôndegas

por raio-de-luar, em 23.06.10

Agora, de novo de regresso ao activo, há que adaptar-me aos novos horários e rotinas. A trabalhar ainda mais perto de casa (pouco mais de 1,5km), continuamos a vir almoçar a casa, mas como entro mais cedo, há que deixar a comidinha feita de véspera. Vale o esforço, mas há que pensar em alternativas simples de fazer e simples de ir ao microondas. Ontem, preparei então umas almôndegas que tinha comprado já a pensar no almoço.

Muito simples: almôndegas compradas, para o molho, o normal - refogar num pouco de azeite uma cebola e 3 dentes de alho picados, a malagueta que ponho sempre, e meio cubo de caldo de carne, deixar alourar e almôndegas lá para dentro. Deixar as almôndegas apanharem uma ligeira cor e adicionar um pacote de polpa de tomate diluído num pacote de 250ml de vinho branco. Mexer com cuidado, polvilhar com mangericão, tapar e deixar estufar em lume brando.

 

E eis o resultado final!! Acompanhei com batatas cozidas e feijão verde, que cozi a mais ao jantar para ficar para o dia seguinte.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

 

Nos últimos dias tenho andado a fazer coisinhas simples, aproveitamento de restos, peixe cozido, ou hoje ao almoço o meu adorado grão de bico com bacalhau, ovo, cebola e salsa picada (comi tanto). Lesionada de um dedo, que felizmente já está a cicatrizar e já não tenho de andar com um mono de um penso, tinha de ser assim coisas simples na cozinha.

Mas hoje ao jantar voltei às minhas invenções. Não é nada de extraordinário, mas ficou bem bom.

 

Comecei por fazer um refogado com 3 dentes de alho picados, um resto da cebola e salsa picadas que sobrou do almoço de grão, uma malagueta picada, um fio de azeite e uma colher de sopa de banha de porco. Quando estava tudo douradinho acrescentei um chouriço de carne cortado às rodelas e deixei saltear. Juntei a carne de porco aos cubos, deixei alourar, e por fim juntei duas colheres de sopa de massa de pimentão diluídas em 250ml de vinho branco (descobri recentemente no supermercado pacotinhos de vinho que são super práticos para cozinhar... assim não há garrafas de vinho a azedar no frigorífico). Envolvi tudo, e tapei o tacho deixando estufar a carne em lume brando. Não juntei sal uma vez que o chouriço e a massa de pimentão temperam a comida sem haver necessidade de acrescentar tempero. Pode ser necessário, a meio do estufado, juntar um pouco de água, e o ideal é sempre juntar água quente, que foi o que aconteceu. Entretanto, quando a carne ficou tenra e macia, juntei favas descascadas e cenoura cortada em pedacinhos. Abanei o tacho, tapei e deixei ferver cerca de 10 minutos, para não cozer excessivamente os legumes.

E pronto, ficou uma delícia... adoro a conjugação de favas com chouriço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hamburguers de frango no forno

por raio-de-luar, em 09.06.10

Lembram-se deste almoço?

Hoje decidi pegar nos restantes hamburguers da embalagem e alterar um bocadinho. Desta vez levei-os ao forno, usando o mesmo molho: uma colher de sopa de Vaqueiro, piri-piri líquido, sumo de um limão e alho em pó, tudo derretido e bem mexido, reguei os hamburguers e forno com eles. Para acompanhar, um arroz de feijão. Refoguei uma cebola e dois dentes de alho picados, meio cubo de caldo de arroz (não adicionar sal) um fio de azeite. Juntei o arroz e uma lata pequena de feijão vermelho, envolvi, acrescentei a água e deixei cozer. E num instante tinha o almoço pronto... e que bem que soube!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salada de frango com fusilli

por raio-de-luar, em 08.06.10

Ora cá está um prato que surgiu de duas intenções: a de aproveitar frango de churrasco e a de fazer uma salada leve e ligeira para os dias quentes. Mas o calor trocou-me as voltas e vai de estar fresquinho e chuvoso. Então, transformei a salada que seria fria, numa salada quente, mas não muito para o meu almoço de hoje.

Comecei por cozer em água temperada com sal e um fio de azeite fusilli tricolor. Entretanto cortei uma courgette em cubos, meio pimento vermelho em tirinhas, um tomate em cubos e meia cebola em meias luas. Tirei peles e ossos aos pedaços de frango e cortei-os em pedacinhos. Comecei por aquecer uma colher de Vaqueiro e um fio de azeite com 3 dentes de alho picados. Juntei as courgettes e o pimento, deixei saltear ligeiramente (ainda pensei juntar cogumelos, mas não). Juntei a carne, mexi e deixei tomar gosto. Entretanto, escorri a massa al dente e misturei com a carne e os legumes, acrescentando de seguida o tomate e a cebola. Envolvi tudo, borrifei com vinagre e no fim polvilhei com mangericão!! 

 

 Ficou fantástica esta saladinha... e jé estou aqui a magicar a próxima, com um toque mais oriental {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Risotto de Camarão

por raio-de-luar, em 08.06.10

Já andava há algum tempo a querer experimentar risotto, e ainda não tinha feito. Este fim-de-semana lá trouxe uma embalagem de risotto para experimentar. Escolhi Risotto de camarão.

Ingredientes:

- 1 embalagem de miolo de camarão congelado

- cebola

- 2 dentes de alho

- 1/2 pimento vermelho

- 1/4 pimento verde

- azeite

- 1 pacote de polpa de tomate

- risotto

sal

- vinho branco

- salsa picada

 

Colocar num tacho a cebola e os dentes de alho picados com um fio de azeite. Levar a alourar e acrescentar os pimentos cortados em cubinhos. Deixar refogar e juntar a polpa de tomate, misturando muito bem. Juntar o risotto, mexer, deixar absorver um pouco o molho, refrescar com vinho branco e acrescentar água quente, temperar com sal. Deixar cozinhar, mexendo ocasionalmente. A meio da cozedura, adicionar o miolo de camarão, envolver, e deixar acabar de cozer. Antes de servir, polvilhar com salsa picada...  

 

 

Um prato simples, económico, rápido... e muito bom!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Costeletas com molho de mostarda

por raio-de-luar, em 07.06.10

Ah e tal, agora a Raiozinho não cozinha... Ora aí é que se enganam!!!!

Não tenho é publicado as receitas a tempo e horas (shame on me)!

Uma das últimas experiências foi uma receita de costeletas de porco com molho de mostarda. Baseei-me numa receita que tinha no meu dossier, mas confesso que a alterei muito.

Comecei por temperar as costeletas com sal e malagueta picada. Levei uma frigideira com uma colher de sopa de Vaqueiro e azeite ao lume, e alourei as costeletas de ambos os lados, reservando-as. Juntei à gordura da carne cogumelos laminados (usei enlatados porque não tinha frescos) e deixei saltear... refresquei com uma lata de 250ml de cerveja, juntei a carne, tapei e deixei cozinhar em lume brando. Quando a carne ficou macia e tenra, retirei da frigideira e coloquei numa travessa para acabar o molho: adicionei ao molho da carne 2 colheres de sobremesa de mostarda misturadas com 2 dl de natas. Sem parar de mexer, deixei o molho engrossar e verti por cima das costeletas.

Servi com batata cozida e salada de alface e tomate.

 

{#emotions_dlg.drool}

 

NOTA: também se pode grelhar as costeletas, fazer o molho à parte e servir.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim


Top blogs de receitas

Calendário

Junho 2010

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



Livro de Receitas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D